Mariana J., mas pode me chamar de Magui!

Era uma vez uma menina chamada Mariana (jura?) que, embora oriunda de uma família de gordinhos (e gordões), sempre foi bem magrinha – tinha peito, tinha coxa – mas era magrinha.

Tinha cerca de 58kg, em algumas épocas até menos, o que era bem razoável para seus 1,68m, odiava praticar esportes e comia como se não houvesse amanhã. Sim, comia. E muito. Era ansiosa e acaba por descontar tudo – tristezas, frustrações, medos, alegrias – na comida.

Por algum motivo que ela desconhecia, seu corpo ignorava a genética de seus ascendentes, seus problemas hormonais e, mesmo com todas as panelas de brigadeiro, os pastéis e refrigerantes matinais, insistia em permanecer magro.

E ela achou que teria essa sorte para o resto da vida…

Acontece que não podemos abusar da sorte, como a tal da Mariana abusou. E a sorte se virou contra ela. Não se sabe se foi o início do namoro, os remédios para controlar os seus ovários policísticos, o estresse de sair da casa dos pais, a rotina corrida do final da faculdade, mas algo mudou. Seu corpo se revoltou. Talvez fosse a idade chegando…

Em poucos meses, essa tal de Mariana pulou para os 68kg. “Ok, ainda estou bem, não tenho gordura abdominal, ninguém reparou que engordei, não estou tão mal assim”, ela pensou. Mas seu corpo continuou remoendo todos os brigadeiros do passado e, quando ela se deu conta, estava pesando 76,5kg!

 

Image

(Natal de 2011, com 76,5kg)

Sim minha gente… Eu, Mariana J. (ou Magui, para os íntimos) engordei 18,5kg em dois anos. Fiquei desesperada. Nunca fui gorda. Não tive uma infância gordinha, nem nada disso. Não sabia como era ser gorda, não sabia como era limitar meu guarda-roupas ao que “disfarça”.

E foi aqui resolvi tomar uma atitude. Peguei carona na Reeducação Alimentar que minha mão tinha acabado de começar, acompanhada por uma nutricionista. Assumo que antes disso fui em endocrinologistas, tomei remédios por uma semana, pois não aguentei mais que isso, tentei apenas malhar, mas nada adiantou.

Foi na RA que eu me encontrei. Minha mãe se consultava com a nutricionista e eu repetia tudo o que ela fazia. Comia tudo o que ela comia. E assim emagreci 8kg em dois meses. Cheguei ao 68,5kg, mas depois “empaquei”. Fui viajar, comi horrores, ganhei dois kg e voltei a ser desleixada.

Image

(Buenos Aires, março de 2012. Estava com 68/70kg, foi a tal viagem da qual falei)

Até que em 11/2012 resolvi deixar de ser muquirana e preguiçosa e procural a tal nutricionista que tinha feito minha mãe eliminar quase 20kg em poucos meses. Cheguei lá com 70kg. Fiz detox, mudei meus hábitos, dei (e ainda dou) umas escapadelas, e hoje estou com 63,5kg. Saí do manequim 44 e fui para o 40.

PORÉM, CONTUDO, ENTRETANTO, ainda faltam alguns quilinhos para ter meu corpinho de volta. Quero vestir um 38 novamente (embora meu 1m de bunda não colabore para isso) e ficar mais gostosa aos 26 (quase 27) do que era aos 18.

E não é só uma questão estética… Sem querer ser politicamente correta, mas o fato é que aprendi a dar importância para aquilo que eu coloco no meu prato. Se a gente é o que come, eu quero ser saudável. E, por isso, como de maneira saudável, sem me preocupar com as calorias, mas sim com o valor nutricional daquilo que eu como.

Image

(Abril de 2013, com 63,5kg. Não dá pra ver o corpo direito, mas já percebe-se que meu rosto está bem mais magro)

No momento estou numa fase em que o peso estagnou novamente. Talvez por ganhar massa magra, já que de um mês para cá eu aderi à vida “fitness”. Talvez porque minha dieta esteja precisando de um “chacoalhão”.

Independentemente disso, quero dividir minhas experiências com pessoas que também estão na luta contra a balança e que buscam uma vida saudável. Quero inspirar e ser inspirada. Ajudar e ser ajudada. Acho que essa é a alma do blog.

Bora levantar da cadeira?

 

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: