Sobre ser um vira lata preto

Um dia a Julie me mandou uma mensagem dizendo que tinha pegado um cachorro na rua. Ela não escolheu pegar o Corvão (eu te juro que esse é o nome temporário que ela deu pro cachorro. É minha amiga, vocês querem o quê?), ela simplesmente abraçou o cachorro e correu com ele pro veterinário. Algumas coisas não devem ser pensadas duas vezes. Principalmente quando a vida de alguém está em perigo.

Ela não adotou o Corvão. Ela resgatou o danado num dia de frio, chuva, em que ele estava encolhido num canto tremendo de dor e de fome. A intenção dela era medicá-lo, apresentar o bichinho para os amigos, e esperar que alguém se apaixonasse por ele. Porque, claro, essa é a única razão para você ter um cachorro: porque você se apaixonou. Não é porque Pugs e Buldogues Franceses estão na moda, ou porque um Golden Retriever um dia apareceu no filme Marley e Eu, apesar do que as pessoas pareçam pensar.

10300028_10152376464224168_4931590370155984714_n

Mas o tempo foi passando e o Corvão ainda está sob guarda da Julie. Ele acabou de ser castrado, e ainda assim não conseguiu uma casa. Rola campanha, compartilhamento dos amigos no Facebook e tudo. Ninguém se apaixona pelo Corvão. Não é fácil amar um vira lata preto orelhudo.

E eu sei que se ele não encontra uma casa é porque o Corvão é um vira-lata preto. E sei porque sou um vira lata preto também. Quem é vira lata preto sabe. Sabe que é vira lata preto e que o mundo é dos labradores amarelos.  Que a gente anda encostado nas paredes, se escondendo do mundo, porque é assim que as coisas são: e que o lugar dos vira latas pretos é menor que o dos Golden Retrivier Dourados. Eu entendo o Corvão.

Corvão 2

Se eu pudesse escrever algo que o Corvão pudesse entender, eu pediria para ele esperar, e não perder a esperança. Um dia ele vai achar alguém que possa amar suas orelhas pontudas, seu olhar doce, amar os poucos latidos que saem dele, assim como eu encontrei alguém que vê qualidade em alguns dos meus defeitos.

Se eu pudesse prometer algo para o Corvs, seria que quem ama um cachorro preto, ama de verdade. Você pode até se atrair pela bela pelagem de um labrador amarelo, mas só quem se enxerga de volta no pêlo preto de um vira lata sabe o que é amor de verdade.

E quem sabe, Corvão, exista um lugar onde nós, vira latas pretos, tenhamos todos alguém para amar?

 

Corvão

Anúncios
Etiquetado , , , , , ,

5 pensamentos sobre “Sobre ser um vira lata preto

  1. Mariana Rosa!
    Já na chamada do blog, eu dei uma leve choradinha. Aí vim aqui, e tô tentando conter as lágrimas.

    Porque a gente sabe que não é fácil ser vira-lata orelhudo em um mundo cheio de pugs fofinhos. Quem ia querer a gente? Ninguém. Mas o mundo se mostra justo quando eu e você, vira-latas, diferentes e estranhas, conseguimos um amor de verdade. Eles não olharam se meu pelo é curto, se as cores são boas, se tenho o rabinho cortado e as orelhinhas arrumadinhas. Apaixonaram porque somos assim, vira-latas. Sem eira nem beira. HAHAHA ❤

    E é isso que faz a gente especial, Mari! Nunca se esqueça disso!

    Assim como eu amo cada defeito daqueles vira-latas, amo você também mesmo quando você briga comigo. ❤

    Um beijo!

    • Mariana Rosa disse:

      Oh, Julie ❤ ❤

      Fiquei pensando tanto naquela nossa conversa sobre adoção! Aquilo pegou tanto em mim. Qual a diferença entre uma pessoa que escolhe um cachorro pela "marca" (já ouvi isso), e quem escolhe relacionamento pela mera imagem física da pessoa?

      "Apaixonaram porque somos assim, vira-latas. Sem eira nem beira" ❤ ❤

      É por isso que eu amo você!

  2. Nada fácil para quem não preenche os requisitos para ser capa da revista Cães & Cia. Para todas as minorias, segue nosso vira-lata, preto, orelhudo fazendo o que mais gosta. Decifrar o espelho: http://instagram.com/p/qXs1M6OYfy/?modal=true

  3. Vera Moura disse:

    Parei de pegar dogs de rua, tenho 12, e já peguei, pretos vários, tudo vira latas, estou com problemas de saúde, e ficando velha, mais as vezes me dá muita vontade, choro, mais Deus me entende, quando morrem, geralmente velhos, sofro, levo no Veterinário, mais tudo que gasto, Deus me devolve em dobro e minha filha Aline Moura! Sempre me ajuda, Dani moura, sou feliz, ajudem todo vira lata preto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: