Arquivo da tag: Beyoncé

Quero uma medalha sim, obrigada!

Desde pequena nós, meninas, somos ensinadas a ter vergonha ou menosprezar nossas habilidades. Boa menina é aquela que não fica esfregando na cara do coleguinha as notas mais altas, que não fala para todo mundo o que consegue fazer de diferente, e que nunca, nunquinha, vai se gabar de ser melhor ou ter conseguido algo que os outros não conseguem: uma boa menina não sente orgulho nenhum do que faz, porque não faz mais que sua obrigação.

Semana passada eu consegui correr 6km em 35 minutos. Gente, vocês não entendem a sensação de completude que eu tive quando estava ali, em cima na esteira, a 12km por hora, correndo até as pernas quase caírem: ali, em cima daquela esteira, às 6:40 da manhã de um dia nublado, eu me tornei a minha própria heroína pessoal. Tornei-me alguém de quem eu tenho orgulho, e foi uma conquista muito suada, desejada e esperada.

Tirei uma foto do contador do aparelho, mandei para os amigos de corrida, postei no twitter e, alguns minutos depois, vi um comentário do tipo “Nossa, vocês não conseguem ir para a academia sem se acharem algum tipo de campeão? Quer uma medalha, champs?”. Não foi para mim, a pessoa nem me segue no twitter. Mas achei uma babaquice sem fim.

Image

(Beyoncé também achou)

Será que nós somos tão educados assim para menosprezar os nossos feitos? Será que essa necessidade de modéstia e humildade realmente traz algo bom para a nossa vida?

Sempre vejo cartazes motivacionais por aí, com fotos de antes e depois, com close up de músculos, com histórias emocionantes sobre como as pessoas são incríveis e como você devia se inspirar nelas.

Mas, o que te impede de ser, você mesmo, a sua própria motivação? Você devia olhar para você, para as coisas maravilhosas que aconteceram por seu esforço, pelo seu mérito, e usar a lembrança disso como inspiração. Você pode sim ser o seu próprio herói.

Mesmo que o seu feito pareça menor, que o esforço que você teve seja menor em relação ao das outras pessoas. Ele é o seu esforço. E eu acho, sim, que você devia ter muito orgulho disso.  Faz bem.

ps: Sobre este assunto, remeto à Beyoncé

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

Tudo novo, DE NOVO

Bom dia, gente!

Todo mundo animado? Que dia lindo! SÓQUENÃO. Acabou o feriado, se você mora em São Paulo está lidando com um clima MISERÁVEL nublado e úmido e frio e chato, e, principalmente, é segunda feira.

Eu estou com um pouquinho mais de mal humor por duas razões: esse mês eu faço 25 anos, e tinha me prometido algumas coisas que ainda não alcancei, tipo um namorado  emagrecer pelo menos 5kg no primeiro semestre, estou estudando para uma prova importante AND tem reencontro da minha turma da faculdade no sábado.

Um ano e alguns meses da festa de formatura, e, bom, são 5 dias para perder 10kg, vocês sabem como é. Sempre que algum evento importante aponta o meu primeiro impulso é: ROUPA NOVA-DIETA LÍQUIDA-PASSAR-FOME-MEU-DEUS- DO-CÉU-O-CAOS. Porque nesse tipo de evento tudo que você quer é chegar e simplesmente arrasar.

tumblr_mmwka66ihU1rlboyyo1_500 (1)

(Arrasando assim!)

Assumo, porém, que sempre desisto um dia depois de começar porque não vou perder 10kg, é preciso se render à realidade. Melhor comprar uma roupa nova, fazer a unha, maquiar o rosto e fingir que está tudo bem.

Dessa vez, como tem o Vai, Mariana! eu vou apimentar as coisas um pouquinho mais. Vou fazer uma semana observando a dieta de verdade. Anotando o que eu como todos os dias e indo à academia sem faltar nenhum diazinho, fazendo 3 vezes musculação e cardio todos os dias. Uma semana para ver se realmente ser chata restrita faz diferença na hora de escolher uma roupa nova para a grande cervejada de reencontro no sábado.

Já comecei com o meu suco dos Deuses (couve e maracujá) e lanchei uma porção de proteína e uma maçã. Vamos ver como me saio durante o dia.

ps: Aliás, como o dia está cinzento e triste, fiquem com uma música para animar.

http://www.youtube.com/watch?v=mrFQvGtRzYA

#VaiMariana!

Etiquetado , , , , , ,

“…just put down the glass…AND GET OUT!”

Desde que eu voltei para a casa dos meus pais, eu tenho tido essas crises de insônia constantes. No começo do ano passado – talvez pelo momento pessoal em que eu vivia – eu simplesmente não dormia. Cochilava, ficava em vigília por dias, mas pegar no sono, dormir por mais de 3 horas era impossível.

Depois de um tempo o meu sono passou a ter horário, mas ele também passou a ser permeado com pesadelos horríveis, e acordava gritando, acordando a casa toda. Meus pais me realocaram para um quarto perto do deles e eu comecei a tomar remédios para conseguir parar de chorar depois dos pesadelos(lembra-se de acordar chorando quando era criança? Então, fazer isso depois de adulta é pior ainda, porque você não sonha com monstros, mas com pessoas).

Beyoncé também não curte muito pesadelos

Hoje em dia as coisas estão mais tranquilas, mas quem me segue no twitter é diariamente brindado com um relato do meu pesadelo do dia (Não me segue ainda por quê? @outrarosa). Virou até uma brincadeira descrever meus sonhos de terror. Eu tenho a cada semana acordado menos chorando ou gritando, o que eu já considero uma vitória. Uma amiga querida (Beijo, Nadine!) me indicou uns vídeos de meditação guiada para ajudar a pegar no sono… e o negócio funciona.

Comecei a testar semana passada, na quinta feira, no meio de um surto de pesadelos que estava me enlouquecendo… e o negócio é poderoso.

Primeiro e por uns dois dias, ouvi “Guided Meditation – Gratitude” em que a voz te conduz a agradecer pelas bençãos da sua vida, as pessoas que te cercam, o ar… Eu pego no sono depois que ele fala do ar, com uns 4 minutos de vídeo.

Depois que comecei a ficar pró em agradecer ao universo, migrei para a meditação do auto perdão. É isso aí: se perdoe por comer demais, pela compulsão, e por ficar aqui lendo meu texto quando devia estar trabalhando

Semana que vem eu vou tentar o Guided Meditation for Self Confidence! Ahá, esse assunto nós curtimos hein? Eu ouvi só um pouquinho

Eu estou gostando muito de relaxar com esses vídeos. Para quem não fala inglês, tem videos em português, espanhol e outras línguas! Eu gosto de ouvir em inglês porque segura a minha concentração, eu sou muito dispersa, e ter que usar os dois lados do cérebro garante que eu vou prestar atenção o suficiente.

Esse vídeo também mostra como você pode hipnotizar seus amigos de uma forma muito efetiva

“There are no questions in the happy place!!”

Quem usa mantra ou meditação? Vocês gostam desse tipo de post ou eu devo focar na minha rotina de fitness e bem estar mesmo?

Beijo e  #VaiMariana!

ps: Gente, eu recebi umas mensagens muito fofas de gente me falando sobre usar chapéu. Eu vou viajar com a Mari C. esse final de semana e na volta posto uma foto de chapéu, para ver se era coisa da minha cabecinha mesmo! Obrigada!

Etiquetado , , , , , , ,

Who Run de World!?

GIRLS! (sim, eu continuei cantando mentalmente essa música enquanto escrevia o post abaixo, então se preparem para todo um Girl Power vindo desse texto)

tumblr_mmi3e6kXT51qbgm59o1_500(Apenas uma desculpa para colocar um gif da Beyoncé? Talvez)

Desde que comecei a ir à academia de manhã, antes do trabalho, eu sinto que o dia rende mais: além de eu ter tempo para estudar e ir ao cinema à noite (e ocasionalmente comer um temaki), eu sinto que eu fico mais esperta.  Mais rápida. Fazer exercício oxigena o cérebro e realmente é uma boa ideia para quem está precisando de uma forcinha mental (amigos concurseiros, corram!)

Acontece que eu ia e fazia 10 minutinhos de esteira e: pá! Musculação. Eu  vejo resultado rápido, curto muito mesmo (Beijo Rodrigo, incentivador mor da musculação!). Mas, sabe, toma tempo. Toma muito tempo. E eu tenho exatamente uma hora de academia antes de tomar o banho mais rápido do leste e vir para o trabalho.

roi(Saudades, coxinhas saradas)

Depois que mudei o horário do exercício, eu tive que fazer uma escolha: ou (i) eu intercalava dia de aeróbico e dia de musculação (E aí demoraria para ver resultado em qualquer um deles, claro);  ou (ii) eu faria só o aeróbico. E eu tomei a minha decisão baseada nos resultados que  quero alcançar.

Eu estava perdendo medidas (principalmente no baconzinho das costas, o que é sempre incrível), mas nem um quilinho mais. E, bom, não bastava. Então correr e tomar o OxyElite (eu juro que posto sobre isso depois) me pareceu a melhor opção… E olha, foi.Desde que comecei a ir à academia de manhã (tento ir todos os dias, mas vou pelo menos 4 vezes por semana, religiosamente) eu sequei 3,5kg! Não é excelente? Em duas semanas, o que é mais incrível e incentivador.

A parte mais gostosa da corrida não é, por incrível que pareça, o peso perdido. É a descarga de endorfina que acontece, pelo menos para mim, depois de uns 8 minutos correndo. É algo indescritível. Por aproximação (tirem as crianças da sala) é como se fosse um mini orgasmo concentrado nos membros superiores e inferiores. Dá um arrepio, uma alegria e tudo que eu consigo fazer é querer correr mais!

Sabe por que todo mundo corre? É PORQUE DÁ BARATO. Sério. Vira vício. Sim, é como se você tivesse, bem, isso aí, mesmo. E o melhor: bem estar se prolonga durante o dia. Quando eu corro eu sinto menos ansiedade e como muito menos. Correr, por estranho que pareça, me acalma e, depois de parar, eu não me sinto cansada. Não mesmo.

Não fico esgotada, eu fico energizada.

tumblr_mhga24A49C1s4hgtno1_250 (Como eu me sinto quando… subo na esteira)

Tenho corrido 40 minutos todos os dias (parece muito, mas juro que não é) e eu me sinto bem mais condicionada (eu comecei fazendo 3,5 km em 40’ e agora já faço 5km no mesmo tempo!) e passo o resto do dia bem (e quem não passaria depois de uma corridinha, né minha gente? Rs)

Mas eu já aviso: demorou MUITO até eu conseguir me sentir bem correndo. Eu comecei a correr em Fevereiro, e só agora estou me sentindo confortável fazendo isso. Não desista se você ainda não encontrou seu pace médio, encontrar a sua pisada e etc, demora. Qualquer exercício – e qualquer resultado em exercício – requer constância. Eu vou pelo menos 4 vezes por semana para a academia e demorei 3 meses para começar a curtir de verdade a corrida.

Aqui e Aqui tem mais sobre a relação endorfina e corrida, para ninguém achar que eu estou louca.

#VaiMariana

Etiquetado , , , , , , , , ,
Anúncios